13 de fev de 2010

Desmistificando a jóia: quando a bijuteria substitui a jóia


O período do entre guerras que transcorreu de 1920 a 1940, proporcionou à moda e principalmente à bijuteria um período de evoluções e transformações. Devido à desestabilidade da situação sócio-econômica, a alta-costura também enfrentava dificuldades, alterando os hábitos de consumo da sociedade da época. As jóias, até então consideradas como símbolo absoluto de luxo e ostentação de poder, passavam por alterações em sua concepção, apresentando formas muito mais discretas e delicadas, inserindo a platina ao material utilizado para sua execução.
Paralelamente, os estilistas integram às suas coleções, as jóias de alta-costura, dando um novo significado à joalheria, posicionando-a inusitadamente no universo da moda. A idéia de tornar a moda acessível à maioria das mulheres partiria, nesse mesmo momento de Chanel, que já começava a produzir seus vestidos de jérsei, seu tailleur para o dia e as cópias de jóias, para serem usadas durante o dia, sem restrições, como um complemento da roupa, que a partir de 1920 irá transformar a produção das jóias fantasia. Surgem aí as bijuterias de alta-costura, criadas para combinar com os trajes.
Nessa mesma década, em 1924, Chanel cria seu atelier de bijuteria, criando ornamentos feitos de pedras de imitação, compostas de estilos históricos como o bizantino, que fugiam das tradições da joalheria. Ela fazia colares longos ou curtos de pérolas, contas ou pedras, para serem usados com seus vestidos durante o dia. Era um estilo próprio de reinventar formas tradicionais para um uso mais despojado, porém elegante. Além da colaboração do conde Étienne de Beaumont, Chanel também trabalhou em parceria com o duque de Verdura, que criou para sua coleção braceletes rígidos em esmalte e pedras coloridas.
Simultaneamente, entre os anos 1920 e 1930, a estilista Elsa Schiaparelli, também considerada precursora na criação de jóias fantasia, produzia coleções de bijuterias inspirada no surrealismo. Suas peças, diferentemente do estilo de Chanel, eram ousadas e exóticas,construídas em materiais inusitados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário